Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Postagem em destaque

Guatemala e Colômbia: as mulheres frente às plantações de dendê

Publicado em 7 mar, 2018

Poluição de fontes de água, trabalho em condições deploráveis e oferta de trabalho em troca de sexo mediante chantagem são alguns dos tipos de violência contra as mulheres que vivem em plantações de palma de dendê na Guatemala e na Colômbia.

Leia Mais

Camarões: moradoras locais assediadas pelos militares, guardiões das plantações de dendê da SOCAPALM

Publicado em 7 mar, 2018

Uma mulher da aldeia de Mbonjo 1, em Camarões, fortemente afetada pelas plantações industriais de dendê e pela constante presença de militares, conclama à solidariedade internacional e lança um grito de alerta para salvaguardar seu direito à vida e à liberdade.

Leia Mais

Libéria: mulheres levantando suas vozes em processos de decisão

Publicado em 7 mar, 2018

As vozes e as histórias de mulheres que dependem da floresta costumam ser rejeitadas, ignoradas ou silenciadas, o que torna mais fácil que as empresas tomem terras comunitárias. Mas o que acontece quando elas começam a levantar sua voz?

Leia Mais

Agronegócio e injustiça ambiental: os impactos sobre a saúde das mulheres do campo

Publicado em 7 mar, 2018

Sobre como a organização, a divisão sexual e a precarização do trabalho no agronegócio afetam a saúde das trabalhadoras e como as transformações territoriais derivadas deste modelo de produção afetam diretamente as mulheres.

Leia Mais

Indonésia: plantações de dendê e seu traço de violência contra mulheres

Publicado em 7 mar, 2018

As mulheres sofrem muitos tipos de violência cometidos por empregadores de empresas de plantação de palma de dendê, forças de segurança, polícia e militares, que consequentemente reforçam o patriarcado e seus papéis e relações dentro da sociedade em geral.

Leia Mais

Cobertas sob a sombra das empresas de palmeiras em Camarões: uma recontagem dos abusos sofridos pelas mulheres

Publicado em 7 mar, 2018

As plantações estão cada vez mais cercando e envolvendo as comunidades. As mulheres precisam percorrer terras tomadas pelas empresas para buscar seus meios de subsistência. Entre outras coisas, isso pode lhes custar a vida.

Leia Mais