Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Índia: conservação baseada na comunidade em meio a conflitos

Um relatório da organização indiana Kalpavriksh documenta iniciativas comunitárias que protegem a biodiversidade enquanto garantem a soberania cultural, de subsistência e alimentar das comunidades, na região de Dooars, no noroeste de Bengala. Desde o domínio colonial, as comunidades indígenas da região enfrentam práticas florestais injustas que levaram à exploração das suas florestas e à usurpação de seus direitos consuetudinários. Após a Lei de Direitos Florestais de 2006, as comunidades formaram vários comitês de proteção e gestão florestal, e realizam atividades como operações de patrulhamento florestal e prevenção da caça ilegal, desmatamento ilegal e corte raso, que ameaçam a biodiversidade. Leia aqui o relatório, em inglês aqui.