Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

O Reino Unido precisa processar empresas britânicas que violem direitos humanos na Libéria

Em janeiro de 2020, a ONG Traidcraft Exchange divulgou um relatório sobre o Óleo de Dendê Equatorial, listado no Mercado de Investimento Alternativo (AIM, na sigla em inglês) da Bolsa de Valores de Londres. O relatório intitulado “Our Land: Land Grabbing in Liberia and the Case for a New Law UK” constatou que as plantações industriais da Equatorial Palm Oil violavam o direito da população local a suas terras e a empurrava ainda mais para a pobreza, sem que tivessem que responder por isso. A empresa desfruta de estabilidade econômica e jurídica e de acesso a investimentos por ser registrada no Reino Unido. O relatório conclui: “Se empresas britânicas estão agindo com impunidade no exterior, elas devem ser julgadas em tribunais do Reino Unido por violações dos direitos humanos”, e isso deve ser regulamentado em lei. Leia um artigo sobre o relatório em inglês aqui e aqui.