Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Bangladesh: manguezal Sundarban ameaçado pela extração de gás e petróleo promovida pela Índia

O Sundarban, que cobre cerca de 10,000 quilômetros quadrados de terra e água, é o maior bloco contíguo de floresta de mangue litorânea no mundo e faz parte do maior delta mundial formado por sedimentos depositados por três grandes rios- o Ganges, Brahmaputra e Meghna- que convergem na Bacia de Bengala.

A UNESCO tombou a porção bengalesa do Sundarban como Patrimônio da Humanidade em 1997 e o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (UNDP) criou projetos para salvá-la da degradação.

A superfície total do Sunderban que corresponde a Bangladesh é de 5,771 quilômetros quadrados (quase 62 por cento do total), dos quais 4,071 quilômetros quadrados são de terra e o restante, de água. O resto fica na Índia, uma extensão ao longo da Baía de Bengala.

Ambos países declararam que aplicariam todos os meios efetivos para conservar o patrimônio do Sundarban. Conseqüentemente, aceitaram os 77 milhões de dólares americanos do Projeto de Conservação da Biodiversidade no Sundarban India- Bangladesh, em 2004. No entanto, ao mesmo tempo, ambos países estavam planejando extrair hidrocarbonetos do Sundarban.

Informações amplamente divulgadas indicam que a Índia vai extrair unilateralmente petróleo e gás de sua porção do Sundarban a partir de janeiro do próximo ano. O governo da Índia fechou um acordo com a Indian Oil and Natural Gas Corporation (ONGC). O presidente e dirigente da ONGC afirmou, em coletiva de imprensa do dia 19 de agosto, que a ONGC começará a perfurar perto da costa da Baía de Bengala cerca de 150 km do Sundarban.

O Projeto de Conservação da Biodiversidade no Sundarban da Índia- Bangladesh provou ser inútil já que não demonstrou nenhuma reação a esta declaração unilateral da Índia.

Cientistas ambientalistas da Índia preveniram que Bangaldesh não será o único perdedor se a Índia extrair hidrocarbonetos do Sundarban- a Índia também sofrerá um desastre ambiental. Como disse Ashraf-ul-Alam Tutu, Coordenador da Campanha Salve o Sunderban ” o mundo inteiro tem provas de que, quando a exploração de hidorcarbonetos foi realizada em uma floresta de mangue, o resultado foi desastre ambiental ”

Artigo baseado em informação de “India to extract hydrocarbons in Sundarban from January”, Shaun Haque in Dainik Prabartan, Khulna, domingo 12 setembro 2004, enviado por Save Sundarban Campaign, e-mail: cdp@khulna.bangla.net