Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Amazônia: ofensiva militar sobre território do Povo Munduruku para construção de megarrepresa

A rede brasileira Fórum da Amazônia Oriental (FAOR) emitiu no mês de abril um comunicado público de apoio ao povo Munduruku, diante da recente invasão de suas terras localizadas no Médio Tapajós, Itaituba.
Nesse território indígena, projeta-se construir o Complexo Hidrelétrico Tapajós, contra o qual os caciques mundurukus já se pronunciaram em várias ocasiões. No fim do último mês de março, o governo federal, querendo garantir a realização dos estudos para viabilizar a construção de 30 usinas hidrelétricas na bacia do rio Tapajós, enviou efetivos policiais e militares armados, no que se denominou “Operação Tapajós”.

A FAOR denuncia a atitude negligente do governo, o Congresso Nacional e o Poder Judiciário brasileiros diante de acordos internacionais assinados, como a Convenção 169 da OIT sobre os direitos dos povos indígenas, e exige a retirada imediata das tropas federais, bem como a suspensão dos estudos destinados a facilitar a construção do megaempreendimento.

Munduruku e Tapajós: Quem defende um luta pelo outro!, http://faor.org.br/?noticiaId=1003