Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Brasil: indígenas bloqueiam ferrovia da VALE

O movimento indígena Pindaré Carú, composto pelos povos Guajajara e Awá, bloquearam no ultimo dia 3 de outubro, a ferrovia que pertence à multinacional mineradora VALE, no município de Alto Alegre do Pindaré no estado de Maranhão.
Os indígenas protestaram contra a flexibilização da legislação brasileira sobre seus direitos (medidas como a PEC 215 e a portaria 303/2012 da Advocacia Geral da União). Objetivo é facilitar a apropriação dos territórios indígenas por parte de empresas multinacionais como a VALE para que essas empresas possam lucrar ainda mais com essas riquezas.

A VALE, segunda maior mineradora do mundo e presente em mais de 30 países, recebeu no início do anoo “título” , o chamado “public eye award”, de pior empresa do mundo. Mesmo assim, busca-se perfilar, de forma insistente, como uma empresa social- e ambientalmente responsável.

A VALE incentiva agora a monocultura do dendezeiro na Amazonia, causando mais impactos sobre as populações. (veja www.wrm.org.uy/boletim/182/opiniao.html), e integrou em 2011 o grupo de empresas que está construindo a hidrelétrica Belo Monte que destruirá pelo menos 50 mil hectares de floresta amazônica, além de causar inúmeros outros impactos negativos sobre os povos da Amazônia. ( http://www.brasildefato.com.br/node/10827)