Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Honduras: vitória parcial do COPINH diante de um projeto hidrelétrico

logo_copinhEm outubro de 2013, o movimento indígena Consejo Cívico de Organizaciones Populares e Indígenas de Honduras (COPINH) denunciou o projeto hidrelétrico de Agua Zarca porque, caso fosse levado a cabo, afetaria suas terras ancestrais, que foram indevidamente expropriadas para dar passagem à construção do projeto.

Os denunciantes alegaram que a falta de consulta às comunidades indígenas significava que a concessão foi outorgada de maneira ilegal.

As autoridades haviam respondido com perseguição, repressão e criminalização. Mas agora, o COPINH obteve um triunfo parcial, pois o CAO (Escritório do Assessor em Observância/Mediador) da Corporação Financeira Internacional do BM comunica, no relatório de Avaliação, que, no último mês de dezembro, deixou-se de considerar ativamente o financiamento do projeto hidrelétrico.

Ver http://copinh.org/article/copinh-un-triunfo-parcial-la-cao-reporta-oficialme/