Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Indonésia: Protestos em Java contra a destruição florestal causada pela expansão da indústria de cimento

Na Indonésia, a resistência contra o complexo de produção de cimento da empresa Semen Indonesia – que destruirá a área florestal de Kendeng Karst em Uphill, Java –  tem ganhado força. No dia 21 de março, Patmi, uma mulher de uma das vilas do distrito de Tambakromo que havia ido à capital Jakarta para protestar, morreu de um possível ataque do coração depois de dias em que permaneceu, com outras pessoas, sentada em protesto em frente ao Palácio Presidencial. Em poucos dias, mais e mais ativistas em Jakarta e de outras grandes cidades do país cravaram seus pés em cimento e se colocaram em posição similar à do protesto, em solidariedade a Patmi e ao povo de Kendeng. Os protestantes demandam solidariedade por parte da comunidade internacional em apoio à luta, particularmente diante da possibilidade de permissão à continuidade do projeto pelo presidente em abril. Esse projeto se dá em um contexto sem precedentes na região de massiva concentração de terra e água para consumo de energia e de produtos, por meio do estabelecimento de “corredores” de infraestrutura de desenvolvimento, que cortam profundamente as regiões remanescentes de florestas. Para mais informação, leia o curto artigo e obituário (em inglês) dedicado a Patmi, escrito por Hendro Sangkoyo em http://wrm.org.uy/other-relevant-information/the-poetic-and-haunting-death-of-patmi-of-mt-kendeng-java-indonesia/