Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Justiça ordena que a empresa chilena Arauco devolva terra à comunidade Mapuche

Em 28 de setembro, a justiça do Chile decidiu em favor da comunidade de Ignacio Huilipán, localizada na comuna de Contulmo, região de Bio Bio, forçando a empresa Forestal Arauco (ex-Forestal Celco SA) a lhe restituir 97 hectares de terra que invadiu décadas atrás para expandir suas monoculturas de árvores. O tribunal acusou a Arauco de ter usado de má fé para tentar provar a propriedade da terra e reconheceu o “Título de Merced”* de 1904 que a comunidade reivindicava. Veja aqui.

A Forestal Arauco não se pronunciou com relação à usurpação de terras, apenas entrou com um recurso questionando a ordem que decreta o pagamento dos custos do processo e a consequente demanda por indenização pelos impactos causados à comunidade ao longo das últimas décadas. Veja aqui.

(*) Títulos de propriedade entregues pelo Estado às comunidades mapuche entre 1884 e 1929.