Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Oilwatch Africa: “Não vamos comer petróleo cru”

PeA_OilwatchOs membros da rede Oilwatch Africa, “Observatório de Petróleo da África”, se reuniram em Lome, Togo, em 9 de junho de 2015, para discutir as implicações da dependência do mundo em relação aos combustíveis fósseis para o clima, a soberania alimentar, a nutrição e o bem-estar na África. A conferência examinou particularmente os impactos ambientais e socioeconômicos do petróleo, do gás e da extração de carvão, bem como os impactos sobre a produção de alimentos, a poluição da água, o desmatamento e a tendência crescente à concentração de terras no continente. A declaração final salienta a importância de solos saudáveis ​para a manutenção da vida e da cultura, e que “as atividades extrativistas são incompatíveis com manter nossos solos saudáveis ​​e vivos”. A Oilwatch Africareitera seu apelo para que se “deixem os combustíveis fósseis no solo e se trabalhe para construir uma vida melhor acima do solo”. Veja a declaração completa em português aqui.