Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

O WWF na República Democrática do Congo: Conservação sem pessoas

Rec_DRC Um curta-metragem da Rainforest Foundation UK sobre comunidades florestais afetadas pela Reserva Tumba Lediima, na República Democrática do Congo (RDC) mostra como as comunidades que vivem na área estabelecida para a Reserva eram, e ainda são, completamente ignoradas. A Reserva foi criada em 2006 pelo governo da RDC em colaboração com o WWF, que contratou “ecoguardas” do Instituto Congolês para a Conservação da Natureza (ICCN). As práticas agrícolas e de caça das comunidades locais são restringidas de forma tão severa que a desnutrição tem aumentado significativamente. Além de tudo isso, as comunidades estão enfrentando vários abusos aos direitos humanos. Como diz no vídeo o representante da comunidade de uma aldeia afetada, “quando patrulhavam, eles revistavam os nossos acampamentos, torturavam pessoas, estupravam as mulheres”. Dez anos após a criação da reserva, está claro que a violência tem que parar.

Veja o vídeo (em inglês) aqui: https://vimeo.com/163667069

O vídeo acompanha o relatório da mesma organização “Áreas Protegidas na Bacia do Congo: fracasso com as pessoas e com a biodiversidade?” Das 34 áreas protegidas incluídas no estudo, 26 relataram alguma forma de deslocamento da população local (com outras possíveis seis áreas sobre as quais não havia dados disponíveis), 21 relataram conflitos entre a administração do parque e comunidades locais, incluindo graves violações aos direitos humanos (com outras dez áreas possíveis, sobre as quais não havia dados disponíveis), 18 relataram que não houve consulta à população local antes da criação (com outras quatro áreas possíveis sobre as quais não havia dados disponíveis).

Ver o relatório em: http://blog.mappingforrights.org/wp-content/uploads/38342-Rainforest-Foundation-Conservation-Study-Web-ready.pdf