Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Vamos impedir mais destruição por parte das plantações de dendezeiros da Bidco África

Querid@s amig@s,

Pedimos seu apoio.

Nossos colegas da Campanha No2Bidco, em Uganda e no Quênia, nos contataram para solicitar apoio à sua luta contra a Bidco Africa. Essa multinacional – em uma joint venture com a Wilmar International – possui, entre outras, a plantação de dendezeiros OPUL e uma refinaria de óleo de dendê na ilha de Bugala, no Lago Vitória, em Uganda.

A Bidco e a OPUL dizimaram a província de Kalangala, na ilha de Bugala, cortando cerca de 18.000 acres de floresta tropical para abrir caminho a uma grande plantação monocultora de dendezeiros. Kalangala sofreu um duplo golpe a partir do investimento da Bidco: não só o ambiente está irremediavelmente prejudicado, mas também os pequenos agricultores da região foram expulsos da terra que vêm cultivando por gerações.

Os agricultores locais que estavam envolvidos no projeto (como parte de um esquema de agricultores integrados), acreditando nas promessas de que as plantações de dendezeiros melhorariam seus meios de subsistência, estão denunciando que a empresa, em parceria com o governo, fixou preços de compra monopolistas que lhes impossibilitam ganhar a vida.

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento está investigando sua decisão de estabelecer parceria com a Bidco.

Estamos pedindo seu apoio para ajudar a sensibilizar as organizações associadas à Bidco, como o PNUD, a IFC, o Banco Mundial e o Pacto Global da ONU, para que elas parem de fazer negócios com essa multinacional.

Se você quiser assinar uma carta -em inglês- pedindo que o PNUD se desassociar imediatamente do projeto, faça-o em: https://www.change.org/p/undp-stop-the-involvement-with-bidco-group

Para mais informações sobre o caso, recomendamos os seguintes vídeos em inglês:

For more information, please visit: www.no2bidco.org

Para mais informações, visite: www.no2bidco.org

Desde já, agradecemos.
A Equipe do WRM.