Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Denuncia de um pacto para transformar a região em um grande deserto de eucaliptos

Neste 8 de março de 2014, camponesas e camponeses do MPA, MST, MMC, Quilombolas, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Mucuri e Montanha, da FETAES, da Juventude, entre outros movimentos sociais foram às ruas de Montanha (ES) a denunciar um pacto entre fazendeiros, o poder público e multinacionais como a Fíbria (antiga Aracruz Celulose) para transformar a região em um grande deserto de eucaliptos! O ato político na praça central contou com 1.000 mulheres distribuindo eucaliptos em torno da prefeitura e dos órgãos públicos como forma de denúncia! Foi feita uma homenagem aos companheiros Saturnino Ribeiro e Valdício Barbosa que tombaram na luta pela terra nesta região. Depois a marcha seguiu para a distribuição de dois caminhões de alimentos nos bairros da periferia de Montanha.

O agronegócio é a estratégia do capitalismo patriarcal no campo! Devemos denunciá-lo e nos unir para lutar! Basta de violência contra as mulheres! A reforma agrária é a única forma viável para produção de alimentos saudáveis para os trabalhadores e trabalhadoras! foi a consigna.

Fonte: MST do estado do Espirito Santo, Brasil