Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Portugal: abaixo-assinado contra a “eucaliptização” do território

Em 21 de setembro, comemorando o Dia Internacional contra as Monoculturas de árvores, as organizações ambientalistas portuguesas Liga para Protecção da Natureza e Quercus lançaram um abaixo-assinado contra a recente proposta de um novo regime de arborizações e rearborizações, apresentada pelo governo.

Como se argumenta no abaixo-assinado, parte dos problemas que enfrentam as florestas em Portugal – em sua maioria, pequenas propriedades de natureza privada – está na expansão das plantações de eucalipto, sendo uma espécie exótica e a principal espécie de árvore utilizada em regime de monocultura, destinada principalmente à produção de celulose.

As monoculturas de eucalipto afetaram o ecossistema florestal tanto pela destruição da vegetação natural quanto pela erosão que causaram, em função das profundas mudanças do solo e do regime hídrico.

De acordo com o Inventário Florestal Nacional, em 2005-2006, a superfície coberta por plantações de eucalipto no país era de 740.000 hectares, e agora aumentou de maneira desordenada sem que se tenham promovido medidas de ordenamento que minimizem a perda de biodiversidade nem medidas eficazes para contenção de incêndios.

Por outro lado, se produzem situações onde os incêndios, a baixa produtividade das plantações em zonas montanhosas e outras razões conjunturais levaram os proprietários a abandonar as plantações de eucalipto, aumentando assim o risco de incêndio. A degradação adquire um caráter permanente pelas características do eucalipto e pelas dificuldades de financiar a conversão de áreas abandonadas nas propriedades rurais.

A proposta de revisão do Código Florestal apresentada pelo governo pretende apenas alterar e revogar a regulamentação de arborizações, permitindo que não existam condicionantes ao estabelecimento de plantações de eucalipto. Os favorecidos são a indústria de celulose e seus fornecedores de eucalipto, em detrimento do interesse público.

As organizações apelam à sociedade portuguesa para que assine o abaixo-assinado “Contra a eucaliptização – proposta de revisão da legislação das arborizações”, o que pode ser feito nas páginas http://www.peticaopublica.com/?pi=PCE2012 ehttp://www.quercus.pt/scid/webquercus/defaultArticleViewOne.asp?
categoryID=567&articleID=3938