Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Brasil: Carta dos Povos Indígenas dirigida aos governos da Alemanha e da California

Acre. Foto: Lindomar Padilha.

Caciques e lideranças de povos indígenas do Acre publicaram uma carta no dia 9 de maio de 2019 dirigida aos governos da Alemanha e da California, denunciando a chegada de recursos milionários ao estado do Acre para programas REDD e PSA, sem transparência e beneficiando poucos indígenas. Pedem um moratório sobre estes pagamentos e uma reunião urgente destes governos com eles para que eles possam receber todas as informações sobre os repasses. Leiam aqui a carta por mais informações.

Ao mesmo tempo, é muito preocupante que apenas um dia depois que esta carta foi divulgada, a sede da principal entidade de apoio aos povos indígenas sem terra demarcada no Acre, o CIMI-regional Amazônia Occidental, teve sua sede invadida e foi levado apenas um computador com informações das atividades da entidade e deixado uma faca em cima da mesa da coordenação do CIMI, buscando intimidar a atuação desta entidade. Vejam este artigo para ter mais informações e também aqui para mais informações em geral sobre a luta dos povos da floresta do Acre contra o programa REDD no Acre.

***

Carta dos Povos Indígenas do Acre e Sul do Amazonas sem Terra Demarcada para os governos que apoiam projetos de mercantilização da natureza no estado do Acre e Sul do Amazonas.

Nós caciques e lideranças dos povos: Apurinã, Apolima-Arara, Jamamadi, Jaminawa, Huni Kui, Madihá, Manshineri e Nukini, reunidos no segundo encontro dos povos sem terra demarcada, vimos informar que o Governo do Acre vem recebendo milhões em nome dos Povos Indígenas pelo Programa REDD e Pagamento por Serviços Ambientais através de Contratos entre os governos da Alemanha e Califórnia/EUA, sendo que poucos Povos tem se beneficiado. A política implementada com estes recursos chegou a algumas comunidades através de terceiros contemplando uma minoria da população gerando conflitos entre os povos e o Movimento Indígena.

Diante do exposto solicitamos que os governos da Alemanha e Califórnia de imediato suspenda estes contratos e agende uma reunião com as lideranças abaixo assinado e outros povos não representados no momento, com a finalidade de sermos ouvidos e esclarecidos sobre os investimentos dos recursos repassados ao estado do Acre destinado aos Povos Indígenas.

9 de maio de 2019

Assinaturas:

Ilson Silvestre Souza Nukini

Francisco Saldanha Jaminawa

Ocirlene Batista de Araújo

Francisco Siqueira Arara

José Souza da Silva Jamamadi

Lauro N. S Jaminawa

Antônio Aurora J.

Alan Resibeiro Jorge

Jacinto Eridio da Silva

José Kulina

Francisco da Silva Apurinã

José Pequeno da Silva

Marina Martins

Maria Estefânia Rodrigues de Souza Kaxinawá

Valcenir Mateus Kaxinawá

Rociclei Souza da Silva Apurinã

Rosângela Conceição dos Santos

Arimar Correia da Silva

Ninawá Inu Txupani Nunes Huni Kui

Letícia L. Yawanawa