Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Apoia os Tupinambá na Bahia, Brasil, pela demarcação das suas terras e contra a militarização!

Novamente solicitamos seu apoio para a luta legítima do povo indígena Tupinambá do estado da Bahia, Brasil.

Apesar de que estudos oficiais da FUNAI, órgão governamental responsável pela questão indígena, comprovam que os Tupinambá ocupam tradicionalmente uma área de 47 mil hectares no sul da Bahia e, portanto, têm o direito constitucional sobre este território, o Ministro da Justiça ainda não assinou as portarias de demarcação sob a pressão de interesses não-indígenas que são contrárias à demarcação. Esses interesses têm obtido, com sucesso , liminares na Justiça brasileira que solicitam, contraditoriamente, a retirada dos indígenas das suas próprias terras. Para piorar a situação, agora o exercito brasileiro também, além da Força Nacional e Policia Federal, têm ocupado a região numa tentativa de intimidar e retirar os Tupinambá das suas terras.

Os conflitos têm ficado mais acirrados e interesses não-indígenas têm incitado uma onda racista e discriminatório contra os Tupinambá (veja vídeo em http://www.youtube.com/watch?v=s3_jFLJRM3c).
Solicitamos sua ajuda e solidariedade a esta luta, mandando urgentemente uma carta ao Supremo Tribunal Federal (veja carta-modelo no link http://cimi.org.br/site/pt-br/?system
=news&conteudo_id=7370&action=read
). Para entender melhor a situação, veja também a seguinte recente nota de solidariedade aos Tupinambá e aos pequenos agricultores na região (http://www.cimi.org.br/site/pt-br/?system=news&action=read&id=7375)