Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Declaração contra a segunda fábrica de celulose da UPM no Uruguai

No final de julho de 2019, a UPM confirmou que instalará uma segunda fábrica de celulose no Uruguai. Esse megaprojeto produzirá até 2,33 milhões de toneladas de celulose por ano, o que acarretará importantes danos ambientais, sociais e culturais. O projeto não tem licença social. Várias organizações sociais, grupos de cidadãos locais e interessados expressaram suas preocupações com as maneiras em que o megaprojeto afetará suas vidas, e suas preocupações não foram abordadas adequadamente pelo processo de consulta pública. A versão mais recente do contrato permite que a UPM se retire, com aviso prévio de apenas um ano, sem justificativa e sem consequências materiais. Leia a declaração aqui.