Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Malásia: Pare de reconhecer plantações como florestas, foi dito a organismo da ONU

Em 21 de março de 2017, as ONGs malásias The Consumers’ Association of Penang (CAP) e Sahabat Alam Malaysia (SAM) se uniram à ação mundial contra a definição de floresta da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Cerca de 200 grupos renovaram sua exigência de que a FAO mude sua definição enganosa de floresta, que tem permitido a expansão das plantações industriais de árvores. A carta exigia que a FAO deixasse de reconhecer as plantações como florestas, como previsto na definição, porque isso tem permitido que a indústria de plantações oculte os devastadores impactos ecológicos e sociais das grandes plantações de monoculturas atrás de uma imagem positiva que as florestas têm na percepção pública

http://www.freemalaysiatoday.com/category/nation/2017/03/21/stop-recognising-plantations-as-forests-un-body-told/

A carta enviada hoje à FAO pode ser encontrada aqui. Também está disponível em espanhol, francês e português. Para mais informações sobre a antiga reivindicação para que a FAO mude sua definição enganosa de floresta, veja, também:

http://wrm.org.uy/pt/todas-as-campanhas/dia-internacional-das-florestas-2017