Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Malásia: Povo indígena Penan ameaçado pela exploração de madeira e por megarrepresa

A terra nativa consuetudinária de moradores Penan de Sungai Patah, Baram, está diante de uma dupla ameaça que vem da tentativa de uma empresa madeireira de invadir sua reserva florestal comunal, que tem sido protegida com êxito desde o último bloqueio desse povo na área, em 2008 e 2009, e a proposta de construção da Represa de Baram.

Os residentes das aldeias de Long Daloh e Long Lutin se deparam com a ameaça de desmatamento de sua floresta comunal por meio de invasão de madeireiras. Em Long Daloh, os moradores estabeleceram um bloqueio na estrada que leva à sua reserva florestal comunal, para interromper as atividades madeireiras.

As duas aldeias também estão sob pressão, como resultado da proposta de construção da Represa de Baram, à qual os moradores se opõem totalmente, uma vez que implicaria a inundação de suas terras.

A Sahabat Alam Malaysia (SAM)/Amigos da Terra-Malásia exorta as autoridades estaduais e federais a prestar atenção a direitos consuetudinários dos nativos à terra e melhorar o bem-estar das comunidades Penan, de maneiras que possam realmente beneficiá-los, priorizando assistência agrícola e manutenção de estradas.