Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Perseguidos por empresa de óleo de dendê, moradores de aldeia da Tailândia defendem a terra

Em novembro de 2012, duas mulheres foram encontradas mortas nos limites de uma plantação de dendê. As mortes foram entendidas como uma clara advertência à aldeia de Klong Sai Pattana, em Surat Thani, sul da Tailândia. As vítimas haviam passado os quatro anos anteriores lutando contra a empresa de dendê Jiew Kang Jue Pattana Co. Ltd., em uma disputa de terras que engoliu essa pequena comunidade de cerca de 70 famílias. Durante décadas, a Jiew Kang Jue Pattana Co. Ltd ocupou ilegalmente e colheu dendê em 168 hectares de terra. Sem título de posse da terra nem outra documentação legal, a empresa operou sem impedimento até que sua presença atraísse o interesse da Federação dos Camponeses do Sul da Tailândia, que defende camponeses sem terra. A aldeia se recusou a sucumbir à intimidação e resistiu a sair da terra, apesar da contínua oposição à sua presença através da violência permanente de quem eles acreditam ser pessoas contratadas pela empresa de dendê. Veja um artigo da agência de notícias Al Jazeera (em inglês) aqui: http://www.aljazeera.com/indepth/features/2017/06/harassed-palm-oil-company-thai-village-defends-land-170605105935706.html e um vídeo (com legendas em tailandês e inglês), aqui: https://vimeo.com/214136850