Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Via Campesina: Agroecologia é a pedra angular da soberania alimentar

A Via Campesina Internacional se reuniu em Surin, Tailândia, para o Primeiro Encontro Global sobre Agroecologia e Sementes, com o objetivo de compartilhar experiências e construir uma estratégia e uma visão sobre esses dois temas.

Na Tailândia, há uma mudança crescente, por parte de pequenos agricultores, visando passar do modelo baseado na revolução verde da agricultura industrial à agroecologia, que a Via Campesina considera a pedra angular da soberania alimentar.

“Não podemos conquistar a soberania alimentar se a agricultura depender de insumos controlados por corporações, se o impacto da tecnologia destruir a Mãe Terra, se não questionarmos a mercantilização e a especulação dos alimentos e da terra, e se não gerarmos melhores condições de vida para aqueles que proporcionam comida saudável e acessível a nossas comunidades”, diz a Declaração de Surin.

A agroecologia é um instrumento para enfrentar o agronegócio transnacional e o modelo agroexportador predominante – parte essencial da construção da justiça social em um novo sistema social igualitário, não dominado pelo capital.

A Via Campesina define que “a agricultura agroecológica irá alimentar o povo. É hora de produzir.”

A declaração Surin completa pode ser lida em http://viacampesina.org/en/index.
php/main-issues-mainmenu-27/sustainable-peasants-agriculture-mainmenu-42/1334-
surin-declaration-first-global-encounter-on-agroecology-and-peasant-seeds