Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Equador: vigília pelo Yasuní

Depois do anúncio do presidente do Equador, de que vai realizar uma avaliação para a coleta de verbas do projeto Yasuní – ITT, com um interesse claro na exploração de petróleo, a iniciativa Guardiões do Yasuní convocou uma vigília em defesa da floresta. E declarou: “O Sumak Kawsay (bem viver) é possível sem o petróleo, como demonstrou a grande diversidade de vida no Yasuní, junto com os povos milenares que souberam coexistir com ela. Não há preço que pague a destruição dessa parte do paraíso equatoriano. O país e o mundo já decidiram: queremos o petróleo que está no subsolo do Yasuní”.

A ação se realizou em 4 de junho, com velas e manifestações defendendo que “Um Yasuní sem petróleo é possível! Ver mais em https://www.facebook.com/events/358858294236845/

1 comentário

  1. Estimados Srs.

    Les escribo con la esperanza de, a travès de una accion organizada de las organizaciones ambientales en todo el mundo, poder realizar acciones conjuntas para poder revertir la lamentable noticia que hoy entregò el presidente Rafael Correa, en cuanto a que no contò con el apoyo econòmico para continuar con la loable iniciativa de proteger el parque.

    Yo soy chileno, tengo 53 años, soy empleado del retail y quiero creer que todavìa es posible detener este proceso, pero que tampoco puedo hacer solo. Por favor, respondan a este correo, porque esto me tiene muy deprimido.

    Por su atenciòn, muchas gracias.

    Atte.

    Esteban Reines Araya
    esteban.reines@gmail.com
    09-0849386
    Lord Cochrane 535, depto 1902-A, Santiago, Chile, Sudamerica.