Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Várias organizações denunciam a UPM à ONU

Foi apresentada uma demanda ao Comitê de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais (CDESC) da ONU para verificar os impactos negativos e possíveis violações aos direitos humanos no Uruguai devido às condições estabelecidas no contrato de investimento firmado entre a multinacional finlandesa UPM e o governo, para instalar uma nova fábrica de celulose no país. “A UPM decidiu selecionar e avaliar os impactos sobre os direitos humanos que eram de sua preferência, e disse que essas ‘decisões serão tomadas considerando os melhores interesses da UPM’ e protegendo ‘os ativos e as informações, o sucesso financeiro […] e o crescimento da empresa’ como algo fundamental […] para as partes interessadas’”, disse Ville-Veikko Hirvelä, representando as organizações reclamantes. Lei mais aqui, em espanhol.