Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais

Camarões: Associação camponesa pede à Socfin que cumpra suas promessas

pea_cameroonA Associação Nacional de Populações Camponesas e Ribeirinhas de Camarões, Synaparcam, convocou marchas pacíficas no dia 14 de novembro, em estradas próximas a cinco plantações de dendê operadas pelas empresas Socapalm e Safacam. As duas empresas são controladas pela Socfin, uma agroindústria multinacional especializada em plantações de dendê e seringueira, e com empresas financeiras e operacionais na Bélgica, em Luxemburgo e na Suíça. A Synaparcam reúne mais de 1.000 membros de cinco plantações diferentes. Com os protestos de 14 de novembro, eles exigem que a Socfin cumpra as promessas feitas desde 2015, de estabelecer um diálogo significativo com a Synaparcam como intermediária legítima escolhida pelas comunidades, para resolver os muitos conflitos pendentes que suas plantações estão causando, e que as autoridades locais cumpram seu papel de monitorar as infrações corporativas. As marchas seguem a ação de junho de 2016, quando centenas de moradores se mobilizaram pacificamente para interromper as atividades do Socapalm e da Safacam nas mesmas cinco plantações (ver Boletim 224).

Em francês: https://www.facebook.com/synaparcam/
Em espanhol: http://umoya.org/2016/07/11/camerun-los-campesinos-reclaman-todavia-20-000-hectareas-de-tierra-a-socapalm/